Debaixo das minhas asas

7 de jul de 2016
Ouvi dizer que você anda triste e eu quero cuidar de você. Me deixe entrar! Não, eu não ligo para bagunças e se ligasse eu já teria me perdido na minha. Eu só quero que me deixe entrar e cuidar de você.
Quero que se sinta a vontade para falar sobre quem é você quando ninguém vê.
Quero ouvir seus sonhos e te apoiar em cada um deles.
Quero saber seus planos e poder te aproximar deles.
Quero ouvir seus medos e te livrar deles.
Quero conhecer seus traumas e tentar curar todas as feridas que eles te causaram.
Quero tirar do seu peito tudo que arranca o teu sorriso.
Quero te fazer esquecer tudo o que dói na sua alma - e se não der pra esquecer, quero te ensinar a ver as coisas boas das coisas ruins.
Quero que você pare de se culpar... Que mania feia essa sua de achar que você tem culpa daquilo que está sob controle de outra pessoa!
Quero te proteger do mal, das pessoas e suas más intenções. Quero ser seu amuleto da sorte e sua proteção.
Quero que você cresça, amadureça, evolua - e quero fazer parte desse processo todo.
Quero que você acorde todos os dias se sentindo alguém melhor, e quero te fazer alguém melhor.
Quero que você se orgulhe do ser humano que se tornou e que, um dia, a gente pare para lembrar de quando me deixou entrar.
Quero ser sua companhia nos dias bons, nos ruins e nos domingos - que geralmente são dias que quase nem são.
Quero que você saiba que não está, e nunca esteve, só.
Quero te entender. Entender suas atitudes, acertos, erros, escolhas e renuncias.
Quero conhecer cada mísero detalhe seu que ainda não conheço.

Será que você entende? Não quero ser o amor da sua vida. Não quero dividir um ap com você em uma travessa da paulista, nem passar as férias de janeiro com você na Austrália. Não quero te esperar no altar de véu e grinalda, nem ser a mãe dos seus filhos. Até podia querer isso tudo, mas hoje não.
Hoje eu só quero você debaixo das minhas asas pra eu poder cuidar de você.

Mamãe sempre disse

16 de jun de 2016
Decidi que vou te esquecer. Assim, do nada. Me olhei no espelho e decidi que não quero mais ser o que eu sou - e muito menos sentir o que eu sinto. Decidi e nem doeu.

É engraçado que, durante todo esse tempo, quatorze pessoas já me aconselharam a te esquecer. Falei de você até pra moça da chapelaria da balada e ela falou que era melhor eu deixar quieto. Não deixei, gritei você pra todos os cantos em busca de uma resposta - que era sempre a mesma: "melhor esquecer". Se eu segui o conselho destas quatorze pessoas? Bom, provavelmente você já saiba a resposta: não. Não porque não queria te esquecer.

 Isso se prolongou até o dia que ouvi um amigo dizendo algo que até hoje ecoa pelos corredores da minha cabeça: "O mais difícil na hora de esquecer alguém é você querer. Tentar é diferente de querer e você só consegue quando você quer". Realmente. Tentei, mas não queria.

 Não te esqueci, até ontem, porque não quis. Mas a partir de hoje tudo vai mudar e amanhã, quando eu acordar, vou me convencer, de novo, que eu quero te esquecer. E, olha, bem que mamãe sempre disse: Quando essa menina coloca uma coisa na cabeça...

As coisas boas da vida

24 de fev de 2016

Acordar desesperado porque o despertador não tocou e descobrir que é sábado é bom.
Reunir-se com amigos verdadeiros para colocar o papo em dia é muito bom.
Beijar na boca é bom... Na boca de quem a gente gosta é bom demais.
Conseguir os ingressos pro show da sua banda preferida é bom.
Viajar, ah, é muuuuuuuito bom.
Chegar no ponto de ônibus e seu ônibus chegar logo em seguida... Ah, é bom demais!
E encontrar, sem querer, uma pessoa querida? É bom.
Ver um "digitando..." quando você pensa em chamar uma pessoa é muito bom.
Chegar em casa e logo em seguida começar a chover dá um alívio e é bom demais.
Encontrar algo depois de cansar de procurar é bom.
Ver alguém te ligando para desejar 'parabéns' à meia-noite é maravilhoso e muito bom.
Ouvir alguém dizendo que sentiu saudade até que é bom, vai!
E quando esse alguém faz de tudo para matá-la? É bom demais.
Sexo é bom. Sexo com amor é melhor ainda.
Acordar sem ressaca depois de uma noitada é muito bom.
Ouvir que alguém lembrou de você por algum motivo é gostoso e bom demais.
Assistir seu filme preferido no cinema é legal e bom. Com uma boa companhia? Muito bom.
Ganhar aquele livro que você sempre quis ler é bom demais.
Ligar o rádio e estar tocando sua música preferida é bom. E cantá-la durante o banho? É muito bom.
Ver seu time ganhando já é bom, ver seu time ganhando do maior rival é bom demais.
Ouvir um "obrigado", "licença", "de nada", "por favor" e "não tem de que" é bom.
Sair um episódio inédito da sua série preferida é muito bom.
Passar direto na faculdade/escola é bem bom, é bom demais.
Estudar o que você ama já é bom, trabalhar e ganhar pra isso é muito bom.
Pedir seu sabor de pizza favorito com borda de catupiry ou seu temaki predileto: é bom.
Fazer exercício físico depois de um dia de puro stress é muito bom. E subir na balança e descobriu que emagreceu? Noooooossa, é bom demais!
Tirar o sapato e o sutiã chegando em casa... Nossa, como é bom. E tomar banho e deitar na sua cama depois de um dia exaustivo? É muito bom.
Receber um elogio por algo que fizemos ou falamos é bom. Receber um elogio por sermos quem somos é sem palavras, bom demais.
Gostar de alguém e ser recíproco aquece o coração e é bom. E ouvir um "eu te amo", "você é meu orgulho", "eu te admiro" ou um "você é minha inspiração" vindo de alguém que você ama? Dá vontade até de chorar... É muito bom!
Ter sua mãe como uma das suas melhores amigas? Isso é bom demais. (vale para pais, irmãos, tios, primos e avós!)
Ter alguém da família (seja de sangue ou de coração) pra te dar a mão é bom.
Se sentir rodeada de pessoas que querem o seu bem é muito bom.
Dar risada até a barriga doer é bom demais.
Ter com quem dar risada é melhor ainda.
Receber sorrisos sinceros e sem malícia de desconhecidos na rua é bom também. Perceber que corresponder esse sorriso pode mudar o dia de quem está do lado de lá é melhor ainda.
Fazer sua parte pro mundo ter mais amor e sorrisos é muito bom.
Ser a coisa boa na vida das pessoas é a melhor coisa... Bom demais.

É, a vida tem dessas: cada coisa boa! E a gente, às vezes, ainda pensa em reclamar!

Janeiro.

12 de jan de 2016

Ah, janeiro, se pudesse te descrever, te descreveria como 'tão janeiro'...

Janeiro renova minhas esperanças, restabelece minhas metas, me motiva a acreditar em meus sonhos e traz tantas certezas, sorrisos e amores. Janeiro zera meu estoque de lembranças, mas guarda as antigas no cantinho mais especial do coração. Janeiro não é concessionária, mas permite que eu saia praticamente zero quilômetros para rodar por todos os cantos do mundo pronta para fazer e escrever história - literalmente.

Janeiro me traz paz, me afasta dos pesos e dores dos meses anteriores, permite viver em mim só aquilo que me faz sorrir. Falando em sorrir, Janeiro me proporciona momentos inesquecíveis e sorrisos tão sinceros que acabei de sorrir só por lembrar deles. Janeiro confia em mim, confia tanto que me permite ficar com a cabeça vazia e mesmo com tanta liberdade eu escolho pensar só em coisas boas.

Janeiro me faz mais confiante, me faz perceber que eu tenho doze longos e lindos meses esperando por mim para recomeçar e fazer tudo o que eu quero fazer. Listo em um papel tudo aquilo que eu queria que acontecesse e Janeiro parece sussurrar em meu ouvido "acredite, acontecerá!" e eu, que confio quase que cegamente nele, acredito mesmo.

Janeiro, também, abre meus olhos. Janeiro me dá conselhos e me apoia a abrir mão daquilo que não me merece, diz que ninguém vai para frente sem deixar o que lhe puxa pra trás. Janeiro não é só mil maravilhas, ele também me manda para um canto para pensar e não é castigo, juro que não é. Janeiro só faz isto para que eu deixe de lado um pouco a vida agitada e me concentre um pouco em mim. E isto me faz enxergar tantas coisas que na correria do dia a dia eu não teria enxergado...

Janeiro me traz a sensação de começo e olha que já são 20 anos começando em todo janeiro... Mas é como se todo janeiro eu me sentisse de pés firmes. É como se no primeiro dia do ano eu ganhasse um presente de Janeiro e dentro dele viesse paz, amor, saúde, felicidade, sucesso, prosperidade, sabedoria e um bocado de coisas boas em volta de um laço vermelho para eu desfrutar durante o decorrer do ano.

Ôh, Janeiro, cê me faz tão bem... Me faz tão bem que a partir de hoje só acredito em amor verdadeiro se alguém fizer eu me sentir como faz Janeiro. ❤️

Theme Base por Erica Pires © 2013 | Powered by Blogger | Todos os direitos reservados | Melhor Visualizado no Google Chrome | Topo