Retrospectiva 2012. :)

29 de dez de 2012

E deu meia-noite... Fechei meus olhos e pedi à Deus: Me faça feliz! Porque se a gente é feliz, é porque a gente tem saúde, a gente tem amor (seja de mãe - esse é aquele que a gente quer ter pra sempre -, de amigo ou do sortudo que conseguiu os nossos corações), é porque a gente está em paz, é porque estamos com dinheiro no bolso e ganancia pra correr atrás de todos os nossos sonhos.
Enquanto relembrava o quanto fui feliz no ano anterior e pedia para ser mais feliz ainda nesse ano que estava chegando, o céu era tomado por fogos de artificio. Ainda chovia um pouco, mas era como se aquela chuva levasse todas as magoas, as tristezas, todas as dores e impurezas do meu corpo. Me aproveitei daquele momento para fazer todos os meus pedidos, pedi para ter saúde de sobra, ser feliz até cansar, um amor que acelerasse meu coração, amigos verdadeiros e muita garra para lutar pelos meus sonhos. Lembro que abraçava forte todos aqueles que estavam comigo e meu pensamento ia longe, pertinho daqueles que eu amo e não estavam presentes nos primeiros minutos do novo ano que estava começando. Por mais que o ano anterior tenha sido um dos melhores de minha vida... Era bom ter a chance de recomeçar e a oportunidade de fazer melhor ainda, né? Ah, eu gostei e muito. E foi assim que meu ano novo começou. Sorrindo e pronta para mais uma batalha.
Foi uma batalha cheia de altos e baixos, mas muito boa de ser vivida. Uma batalha essencial que me ensinou muitas coisas.. E a principal delas é: Ser feliz como e enquanto der.
Sim, quebrei muito a cara, me decepcionei em dobro, chorei centenas de vezes e muitas vezes achei que tudo estava perdido. Me afastei de pessoas que achei que estariam comigo quando eu passasse na faculdade, ganhasse meu primeiro carro, fosse pedida em noivado, tivesse filhos, netos.., não aproveitei algumas oportunidades únicas, falhei e decepcionei pessoas que considero muito..
Me decepcionei muito mas me surpreendi positivamente muito mais, chorei mas meus sorrisos foram bem mais constantes e intensos, me afastei de pessoas boas mas conheci outras melhores ainda, não aproveitei algumas oportunidades únicas mas aproveitei outras como se o mundo fosse acabar no dia seguinte, falhei e decepcionei pessoas queridas mas também fiz que elas se orgulhassem de me ter em suas vidas...
E diante de tudo isso, concluo que aprendi. Aprendi e cresci. E tento não me lembrar dos momentos amargos desse ano doce.
O que faço questão de me lembrar desse ano são os sorrisos que dei, os sonhos que realizei, os amigos que continuam aqui e as pessoas que conquistei. Que nessa caminhada chamada 2012, eu tive a oportunidade de descobrir que não existe ninguém nesse mundo que possa correr atrás da sua felicidade a não ser você mesmo. Que o amor prefere os distraídos. Que você não pode ser amigo por você e pela outra pessoa. Que você não pode parar sua vida para fazer a de outra pessoa valer a pena. Que você não precisa seguir os padrões que a sociedade impõe para conquistar pessoas. Que os medos não podem ser maiores que as nossas vontades. Que, às vezes, desistir é um ato de coragem. Que o que é verdadeiro volta. Que sonhos foram feitos para serem realizados. Que tudo na vida é aprendizado. Que a vida sempre é bonita e tudo só depende da forma que você a enxerga. E, acima de tudo, que a vida foi feita para ser vivida.
De longe, consigo ver 2012 no pódio dos melhores anos da minha vida. Assim como grandes campeões, 2012 é um ano que sempre ficará guardado na minha memória e sempre será lembrado por mim com um sorriso no rosto.
Então, se você fez parte desse ano, eu queria te agradecer infinitamente por assistir e por estar comigo nessa batalha. Uma batalha vencida com um sorriso no rosto e que renovou a minha fé e me fez enxergar a vida com outros olhos.. Agora sei que para uma batalha ser vencida é preciso se entregar por inteiro, de corpo, alma e coração.
E assim será em 2013.
2013 beijos,
Amanda.

2 comentários :

  1. Dias atrás eu estava pensando nisso , tudo o que você escreveu estava se passando pela minha cabeça. E não é que é verdade?! "Agora sei que para uma batalha ser vencida é preciso se entregar por inteiro, de corpo, alma e coração." Você conseguiu escrever numa "folha" tudo o que eu estava sentindo , pensando... Parabéns , ficou lindo!

    ResponderExcluir
  2. Parei, pensei e pensei muito! Você me fez refleti, voltar a meses atras ou até mesmo no comecinho do ano sabe ali nos primeiros minutos de 2012 e me fez percebe que o meu ano o ano de 2012 valeu muito mais muito a pena, que todas as vezes que eu chorei me fizeram fortes o suficiente pra continuar e lutar por tudo aquilo que eu quero! você conseguiu escrever ''de novo'' tudo aquilo que eu sinto ou melhor estava sentindo! Parabéns ficou maravilhoso
    Beijos @DayGomes

    ResponderExcluir

Theme Base por Erica Pires © 2013 | Powered by Blogger | Todos os direitos reservados | Melhor Visualizado no Google Chrome | Topo