Valeu a pena.

17 de mar de 2015
Hoje o coração apertou, me segurei pra não chorar baixinho em um canto qualquer... O fim só não é difícil pra quem ainda não teve que lidar com ele.

Uma das minhas bandas preferidas da adolescência anunciou hoje que vai dar uma pausa. Quer dizer, essa pausa já vem acontecido faz um tempo... Mas acho que pra eles era difícil dizer isso para aqueles que fizeram as músicas deles serem as mais tocadas, suas prateleiras lotarem de prêmios, seus armários lotarem de revistas com eles na capa, para aqueles que lotaram casas de shows por todo o Brasil - e fora dele também... Acho que foi difícil dizer que acabou (temporariamente) para aqueles que fizeram parte dessa história chamada Restart.

Seria egoísmo meu querer ver os quatro juntos até o último dia de suas vidas - se é pela felicidade deles, aceito e apoio essa pausa. Só não é fácil lembrar de tudo que eu vivi nesse tempo e pensar que "acabou"... Que não vai ter um CD novo ou que não vou mais ver os quatro juntos em um palco cantando as músicas que foram a trilha sonora da minha adolescência. Não é fácil lembrar dos momentos que vivi ao lado deles, de todas as viagens que fiz para estar com eles, dos shows que fui (que não foram poucos!!!!!), dos sorrisos que dei durante aqueles dias e não sentir um aperto no coração. Foi tudo muito intenso e único.

Lembro da primeira vez que estive frente à frente com Pe Lanza, Pe Lu, Koba e Thominhas (eu chamava eles assim naquela época), foi na avenida mais famosa de São Paulo e eu não sabia muito o que falar... Mas eu sei que desde aquele fim de julho minha vida mudou completamente. Eles ainda nem eram famosos, lembro que o primeiro show que fui foi em uma casa de show no mínimo horripilante, minha vó que levou eu e uma amiga e perguntou umas duas vezes se eu realmente queria ficar lá... Fiquei e depois do show fomos pro posto de gasolina que tinha ao lado da casa de show pra conversar, tirar fotos, etc. Eu sabia desde a primeira vez que os vi tocando e cantando em cima de um palco que não demoraria muito para eles fazerem sucesso: Dito e feito, meses depois eles estavam bombando no myspace, orkut, lançando o CD, lotando todas as casas de show, tocando nas rádios, saindo em revistas... Não demorou muito e Restart virou A BANDA DO MOMENTO. E eu fiz parte disso tudo porque sempre estive por perto, fazendo o possível e o impossível, para ajudá-los.

A melhor parte de fazer parte de tudo isso é que hoje, anos depois, mesmo com um "fim" anunciado, eu digo com um sorriso no rosto que eu não me arrependo de nada. Eu nunca tinha sido tão feliz na minha vida como fui durante esses anos e tudo isso graças a eles... Então não me arrependo das loucuras cometidas, das viagens feitas, das pessoas que conheci, dos sonhos realizados, dos sorrisos que dei... Não me arrependo de nada, tudo que fiz foi por amor.

Hoje, 17 de março, foi um dia triste por saber que acabou e feliz por lembrar de tudo o que aconteceu. Hoje, anos depois, eu só tenho a agradecer aos 4 meninos e todos aos amigos que fiz durante esses anos por fazerem parte da melhor época da minha vida. Vocês marcaram muito mais que alguns anos, vocês marcaram a minha história e serão sempre lembrados com um sorriso no rosto e um suspiro de "valeu a pena".

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Theme Base por Erica Pires © 2013 | Powered by Blogger | Todos os direitos reservados | Melhor Visualizado no Google Chrome | Topo