Miga, eu sei que assim fica difícil me defender

6 de abr de 2015

É, miga, eu sei que assim fica difícil me defender. Paguei pra ver e quebrei a cara; e mais uma vez pedi pra você me ajudar a pegar os cacos espalhados por aí. E você, mais uma vez, esteve aqui.

Você podia aproveitar pra falar aquele famoso "eu avisei", brigar comigo, dizer que você sempre disse pra eu fazer isso isso ou aquilo... Você podia fazer essa ferida jorrar ainda mais sangue e você, mais uma vez, fez questão de estancar o sangue, fazer um curativo e passar um remédio jurando que não ia doer. Você, mais uma vez, mesmo depois de tantos avisos, preferiu abrir os braços e me disponibilizou seu ombro amigo pra eu chorar. Dessa vez não tá doendo tanto, mas eu confesso que me sinto segura quando você me abraça e pede pra eu me acalmar. Mais uma vez, você me entendeu e não me julgou por ser impulsiva... Você sabe, esse meu jeito "faço-tudo-o-que-tenho-vontade" já me fez passar por tantas coisas... E em todas elas olhei pro lado e você estava ali... Sejam elas experiências maravilhosas e inesquecíveis ou experiências que fizeram eu quebrar a cara e, vez ou outra, chorar um bocado. Você sempre estava ali pra segurar minha mão e dizer que não me culpa por eu sentir demais, me entregar demais, querer demais, tentar demais...

Minha intensidade já levou muita gente, mas eu sei que foi ela que te fez ficar, miga. Você ficou porque eu precisava de alguém para me defender quando tentassem me atacar, para me aconselhar quando eu estivesse em dúvida, para me acompanhar quando eu me sentisse sozinha, para me dar forças quando eu fraquejasse... Você ficou porque eu precisava de alguém como você, miga. Você ficou porque eu precisava de alguém que me aceitasse exatamente do jeito que eu sou, sem tirar nem pôr, e me ensinasse a olhar com bons olhos até mesmo pros meus defeitos. É, eu sei que não é uma missão fácil ser minha amiga e mesmo assim você todos os dias está ali para cumprir sua meta. Não sei o porquê de você seguir ao meu lado, mas mesmo assim você continua, e isso me faz acordar todos os dias agradecendo por você ter visto minha porção de erros na vitrine e mesmo assim ter entrado. Não é todo mundo que faz de conhecer o próximo a fundo e você foi uma das poucas que não desistiu de conhecer todas minhas qualidades e defeitos, meus sonhos, manias, saudades, desejos, caras e bocas... Você fez questão de me conhecer melhor do que eu mesma.

Hoje, depois de eu ter quebrado a cara, durante o momento que pegávamos todos os cacos espalhados por aí eu senti vontade de dizer que o que me encorajava a superar meu medo de dar errado e fazer aquilo que eu queria era lembrar que para você não importava se seria um êxito, embora você torcesse por isso, ou um fracasso (caso isso acontecesse você continuaria sendo aquela que enxugaria minhas lágrimas, colaria meu coração partido e me proporcionaria a melhor gargalhada).

É, miga, eu sei que ao me ver chorando e soluçando pelo motivo errado fica difícil me defender. Mas enquanto digo que sou uma idiota você me manda uma mensagem falando qualquer baboseira e consegue arrancar aquilo que você diz ser meu bem mais valioso: O meu sorriso. E eu falo em voz alta, enquanto releio sua mensagem: "Mal sabe que toda vez que lembro que ela é minha amiga esse tal bem valioso faz questão de aparecer... Porque não importa quantas vezes eu falhe ou erre, eu sei que onde quer que ela esteja ela vai me defender (e proteger)." 

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Theme Base por Erica Pires © 2013 | Powered by Blogger | Todos os direitos reservados | Melhor Visualizado no Google Chrome | Topo